500 dias com ela… ou não!

28 09 2009

DSC002~3

Esta é a história do garoto que conhece a garota. O garoto, Ele, Paulista, cresceu acreditando que nunca seria verdadeiramente feliz, até o dia em que ele conheceu A garota. Essa crença vem de uma exposição precoce à filmes de romance americanos, e um fascínio por Shakespierre…

A garota, ela, também Paulista, não acredita na mesma coisa. Desde o fim do casamento de seus pais, ela só amava duas coisas: A primeira era seu longo cabelo escuro, a segunda eram seus amigos, que sempre estavam perto dela.

Só existem dois tipos de pessoas no mundo: Homens e Mulheres. Ela era a mulher. Altura um pouco abaixo da média, peso médio, pés proporcionais à sua altura. Para todos os própositos ela era apenas mais uma garota… mas ela não era…

Em todos os lugares que ela ia, ela atraia os olhares pelo seu jeito divertido e brincalhão, fazia amigos mais rápido do que conseguia mante-los, e todos gostavam dela. Ela não tem nada que a destaque demais visualmente, mas a beleza dela é admirida por todos.

Para ele encontrar ela em uma cidade de mais de 5 milhão de habitantes, 48 universidades, 2 períodos, e vários outros fatores que poderiam fazer de tudo para eles não se encontrarem, isso só poderia ser explicado por uma coisa: Destino.

Ele conheceu ela em agosto de 2003, e ele soube imediatamente que ela era quem ele procurava. Esta é a história do garoto que conhece a garota, mas você deve saber, que esta não é uma história de amor.

 

Eu mudei um pouco os dados, mas é a premissa é exatamente a mesma, e é por isso que eu simplesmente amei esse filme ao ponto de colocar um ponto final em algumas coisas que eu tinha deixado em aberto.

500 dias com ela, é um filme tão gostoso de assistir, principalmente quando você se encontra em uma situação como a que eu me encontrava… A maneira como a história é contada, a velocidade com que é contada, quase sem linearidade, indo e voltando com momentos bons e ruins, como toda lembrança de namoro… as vezes as coisas boas, as vezes as ruins… É um filme que vai te fazer rir, e chorar, dai rir de novo, e chorar de novo…

Por exemplo, em menos de 10 minutos ela já termina com ele, por não saber aonde o relacionamento deles estava indo, por estarem brigando constantemente. E não é essa a razão pela qual a maioria dos namoros terminam? Eu sei que no meu caso em questão com a garota acima, foi…

Bom, eu poderia escrever sobre o filme inteiro… mas não é sobre isso que quero falar… é sobre o que acontece logo depois… aonde sua irmã e seus amigos estão tentando convencer ele a superar, dizendo que existem milhares de mulheres por aí… e que ele vai encontrar alguém legal…

E então ele diz a frase que me bateu como o Hollyfield batendo no maguila… “Eu não quero superar ela, quero-a de volta.”. E é sobre isso que quero falar rapidinho hoje… Insistir naquilo que você realmente quer… ou melhor… QUEM você realmente quer…

Não há nada de errado em você querer estar com a pessoa que você ama, mas existe uma grande diferença entre querer a pessoa, e chatear a pessoa. Se você ama a pessoa, realmente, verdadeiramente, ótemo, deixe isso bem claro, seja para ela, para os seus amigos, para as outras pessoas… Seja verdadeiro.

Não estou aqui falando que ao fazer isso sua vida vai mudar e ela vai voltar correndo, por que sejamos sinceros… muito provavelmente NÃO VAI! Então você deve estar pensando: “Para que caralhos então eu vou declarar para os céus e terras que eu ainda amo a outra pessoa, se no fim não vamos ficar juntos?”

Bem, eu aprendi em vários lugares diferentes a mesma coisa, o primeiro passo para se achar a solução para um problema, é saber qual é o problema… E o problema é exatamente este… Você ainda ama a outra pessoa, HOJE pelo menos… amanhã? Quem sabe, outra pessoa pode aparecer na sua vida, em um piscar de segundos e mudar tudo… Mas HOJE, você ainda ama ela… não negue, não SE negue isso…

Ao negar para você mesmo que você ainda ama a outra pessoa você simplesmente estará se enganando, e todas as pessoas que passarem na sua vida simplesmente não serão ELA…

Agora aceitando esse amor, e sabendo que não importa se ela não te ama mais, não importa se ela está namorando, casou ou simplesmente não quer nem te ver pintado de ouro na frente dela… HOJE você ainda ama ela…

No meu caso específico, eu pensei que o tempo mudaria tudo, que acabaria encontrando alguém, que “logo mais essa dor passaria”, mas não. Fiquei com algumas pessoas, magoei algumas pessoas, justamente por isso… por que não eram ela… nunca foram… nunca serão…

Assistam este filme, ele é gostoso para todo mundo… tem cenas hilárias, como a sensação dele após a primeira noite deles… ou a cena “expectativa” x “realidade”… confesso… nessa hora, e no último dia… eu quase não aguentei mais de tanto chorar…

Quanto à mim? Bem… eu obviamente HOJE ainda amo loucamente ela… tanto que esta nova página, CONFISSÃO, é para ela… Conhecendo ela sei que ela nunca vai ler este blog, mas quem sabe um dia, as pessoas mudam, quem sabe um dia ela vai ler, e ver o quanto um dia eu realmente à amei…

Porém se um dia vocês verem que essa nova página sumiu… bem… tirem as suas próprias concluões…

Boa semana para vocês!

About these ads

Ações

Informação

8 respostas

28 09 2009
Paulinhaa

Legal o post, bem pensado sobre a forma que vc fala sobre hoje vc amar e amanha, talvez. Tudo varia mto, depende da intensidade do amor, se vc ama mas nao tanto, nao vai sofrer por mto tempo… se vc ama demais, vai sofrer bastante…

Vamos dar tempo ao tempo, pra cada dia uma surpresa ;)

Bjão

PS: to indo ler Confissão, confesso que fiquei mt curiosa ahshasuahsuha

28 09 2009
Don Octávio

A questão não é sobre a intensidade… mas sim sobre as surpresas do futuro…
Ela pode voltar, o que duvido piamente, como ela pode não voltar…
Pode aparecer alguém na minha vida… como posso sofrer a vida inteira pelos meus erros…
Quanto ao futuro nada é certo… só posso afirmar quanto ao passado e o presente…
Ontem amava ela mais intensamente do que jamais amei alguém… hoje a mesma coisa… amanhã… é outro dia…

30 09 2009
Alice

Aconteceu comigo, tenho um post sobre ele, o amor-carma.
Fiquei muito curiosa pra ver o filme! =D
E, nada é impossível amigo, o futuro ao destino pertence… Ninguém pode afirmar com plena certeza de que ela nunca vai voltar não é mesmo? Nem que você amanhã vai acordar surtado, cheio de novos pensamentos, esbarrar numa criatura incrível, e se apaixonar novamente…
Amanhã é amanhã!
Beijo

http://www.muitomelhorqueatuaex.wordpress.com

30 09 2009
Don Octávio

Mas é o que estou dizendo alice…

HOJE eu amo ela… com todo meu coração e forças…

Amanhã… não sei… o futuro à Deus pertence… (troque a divindade pela de sua preferência…)

3 10 2009
luis fernando

Quando comecei a ler confesso ter pensado numa historia de amor… hahaha
mas como vc ja foi logo esclarecendo li com outros olhos!
Pois bem, eu ja passei essa situaçao de perder alguem q eu amava (hj amo) e sempre falei pra todo mundo.. EU AMO ELA! EU VOU ME CASAR COM ELA UM DIA! logico e evidente q todo mundo ria quando eu falava isso.. mas foda-se nao ligava muito pra isso nao.. namorei outra pessoa nesse meio tempo, q gostei dela, mas veio aquela pequena frase, “Nao era ela”, sempre a comparei com a outra e acabei terminando acho q por isso.. a outra em questao tb namorou e terminou a uns 4 meses atras.. nem sabia pois evitava cv com ela, mas ela veio cv comigo um dia, ai foi aquela coisa, coraçao acelerado, perna tremendo e por ai vai… Mas o mais importante.. HJ namoro com ela denovo.. sou o cara mais feliz de todos [:p] e pretendo me casar com ela um dia!! =]

E como ja dizia o velho deitado: “O mundo da voltas!!”

3 10 2009
Don Octávio

Digo isso do fundo do meu coração… fico feliz em ler o seu relato… não por mim… mas por saber que o AMOR real ainda existe…

Tenho um casal de amigos meus que voltaram depois de um tempo… e quando olho para eles penso… por que se separaram… e um dia até perguntei isso para minha amiga…

“Foi necessário… eu vi muitas coisas que errei com ele… Coisas que julguei serem certas, mas que com outro namoro descobri que estava errada…”

Então eu sei que muitas vezes temos que passar por outras experiências antes de se acertarmos com a pessoa certa…

ASSISTAM ESTE FILME… novamente… vale muito à pena…

Pois depois do verão, vem sempre o outono…

9 12 2009
Gugu

Fala Don! Assisti ao filme ontem e posso dizer que foi muito bom mesmo… me lembrei de quando acabei meu último namoro e as coisas que aconteceram depois, praticamente igual ao Tom no filme. Não era para ser com ele, era com outro… e foi! Comigo foi assim também, depois de mais de 2 anos, acabou e ela sa casou com outro…
Paciência!

A vida segue, graças a Deus….

Abração a todos!

9 12 2009
Don Octávio

Ehehehe eu me senti exatamente igual ao filme… por isso que adorei tanto ele… e sabe o que é legal… eu também encontrei a “primavera”…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: